Amigos Irmãos

irmaos

Quero ser a amiga.

Nem demais, nem de menos.

Nem tão longe, nem tão perto.

Na medida mais precisa que eu puder.

Amo-os sem medida

E quero ficar nas suas vidas

Da maneira mais discreta que eu souber.

Sem lhes tirar a liberdade.

Sem jamais sufocar.

Sem falar, quando for hora de calar,

E sem calar, quando for hora de falar.

Nem ausente, nem presente por demais.

Simplesmente, calmamente, ser amiga.

Irmã amiga isto é belo e presente

Mas confesso diferente

É tão difícil aprender

Por isso lhes suplico paciência

Vou encher vocês de abraços!

Apenas um tempo e chance

De acertar nossas distâncias.

Canção do dia de sempre

MÁRIO-QUINTANA

 

 

 

 

 

 

 

Tão bom viver dia a dia…

A vida assim, jamais cansa…

Viver tão só de momentos

Como estas nuvens no céu…

E só ganhar, toda a vida,

Inexperiência… esperança…

E a rosa louca dos ventos

Presa à copa do chapéu.

Nunca dês um nome a um rio:

Sempre é outro rio a passar.

Nada jamais continua,

Tudo vai recomeçar!

E sem nenhuma lembrança

Das outras vezes perdidas,

Atiro a rosa do sonho

Nas tuas mãos distraídas…

Mario Quintana